Links do Ocioso, agregador de conteúdo

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Do Egito para as ruas paulistanas

Essa bichana da raça siamês se assemelha a uma estátua do Egito antigo comumente colocada no templo de Bastet, uma deusa com corpo de mulher e cabeça de gata, para honrá-la e ganhar sua proteção. Mas essa felina do século 21 não teve vida de privilégios, não. Como muitas gatas que perambulam pelas ruas paulistanas, o instinto do cruzamento falou mais alto e ela ficou prenha. Um protetor que tem nome de metal precioso, argento significa prata, enriqueceu a sua vida, adotando-a temporariamente. 
Apertando o orçamento aqui e acolá, garantiu que ela pudesse sentir o doce gostinho da maternidade. Dessa experiência única da felina, nasceram quatro filhotes, uma fêmea e três machos. Um deles foi adotado, sobrou apenas o clube do bolinha, três filhotes machos. Serão prata da casa? Não, ele precisa doá-los, a mãe e os filhotes. Se três eram demais, quatro então nem se fala! 



Características: 
- mãe siamesa típica;
- dois brancos e um negro;
- três meses de idade.




















Contatos para adoção em São Paulo, SP: 
- Carlos Argento.
E-mail: caca.argento@gmail.com
Tel.: (11) 8086 7513