Links do Ocioso, agregador de conteúdo

sábado, outubro 11, 2008

Um amigo cão é para toda a vida... dele

Se você tem um cão e é apegado a ele, provavelmente fica intrigado com a fidelidade do animal. Você retorna para casa diariamente e quem sempre faz questão de te receber primeiro, ele. Se você adormece no sofá, quem vem te fazer companhia, o próprio (e enche a sua camisa e calça de pelos). Esse apego todo é explicado pelo fato de que o cachorro é um animal social que costuma aceitar seu dono como o "chefe da matilha".
Tal constatação científica, por si só, já é um bom motivo para esta boa sintonia entre homem e cão. Alie a isto as características inerentes da espécie: primorosos olfato e audição, ótimas capacidades de corrida e caça, excelente capacidade de aprendizado, relativa docilidade, valores esses que possibilitam o seu adestramento. Temos o cão pastor, o cão de guarda, o cão-guia e o mais comum, o cão de companhia.
É uma relação que tem tudo para dar certo. Mas, com uma certa freqüência, ela se desmancha. O dono abandona o animal, que volta ao estado de seus ancestrais, sobrevivendo do que consegue arrumar por aí, em um ambiente completamente diferente do que se encontravam aqueles. É como largar uma criança à sua sorte na rua.
Para evitar esse panorama trágico, a União Zoófila criou uma propaganda que desestimula o abandono de animais e que corrobora para a reflexão de idéias acerca do tema.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A3o
Vídeo: União Zoófila