Links do Ocioso, agregador de conteúdo

quinta-feira, junho 04, 2009

Toddy é Único Mesmo?

Retrocendo um bocado de anos, alcançamos, com o auxílio da internet, uma propaganda do achocolotado Toddy veiculada nos anos 50 (vídeo abaixo), mais precisamente em 1.958. A garota-propaganda nos diz, com assertividade, no penúltimo quadro do vídeo: "Toddy é único. Toddy não tem nem pode ter similares". Com todo o respeito que merece esse registro histórico da publicidade no Brasil, há controvérsias, agora já há um novinho em folha, o cãozinho Toddy (fotos abaixo).


O acholotado resiste ao tempo, mas tem ares de vovô alto astral. O início de sua trajetória no Brasil se dá em 15 de março de 1.933, quando Pedro Santiago iniciou a comercialização do produto no país. Empolgado, caprichou nas campanhas publicitárias, até aviões se aventuraram no céu fluminense para escrever o nome do produto em fumaça. Na década de 80, a marca trocou de mãos, caindo no colo da Quaker Oats, que revitalizou o produto, criando o Toddynho, velho conhecido da geração Coca-Cola, sempre guardado nas lancheiras do pré-primário.
Em 2.001, a Quaker Oats é comprada pela PepsiCo, continuando essa marcha pelo update da marca. Hoje, as campanhas publicitárias trazem vacas com espírito jovem, fanáticas por música e, sobretudo, pelo achocolotado. Essa ligação com a música é praticamente indissociável, sinônimo de Toddy.
Essa jovialidade foi determinante para que o Toddy cachorrinho ganhasse esse respeitoso nome. Adora correr e gastar energia, além de guardar características apreciáveis, é dócil e alegre.
Características:
- Um ano de vida;
- Castrado e vacinado;
Contatos:
- Euridice: (11) 5631-3852/ 7535-4183